Eu e os SAC

De tempos em tempos eu entro em contato com algum SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) para relatar algo sobre um produto que utilizo. Tudo começou com um gel de barbear da Gillette, que mesmo novo, não me deixava fazer a barba porque o gel não saia do maldito frasco. Então o que eu fiz?

Faz tempo, mas acredito que entrei no site deles, preenchi um formulário e fiquei na dúvida se algo aconteceria. Dias depois eles me ligaram, me passaram informações e fiquei aguardando o pacote que me enviariam. E a coisa funcionou mesmo! Depois de mais alguns dias, chegou uma caixa com um novo gel de barbear. A caixa veio embalada e endereçada para mim, mas usando a mesma caixa, agora sem a embalagem, eu deveria enviar o tubo com problema de volta pra eles. Não dei uma de idiota e mandei tudo certinho para eles. Isso foi lá pelas idas de 2002-2003 2006-2007 (obrigado Mi).

E agora em junho aconteceu de novo, só que simplificamos o processo e trocamos o tubo no supermercado mesmo. Talvez isso signifique que não descobriram e nem consertaram o problema depois de 6 3 anos.

O caso do desodorante

Eu gosto de desmontar coisas, ver como funcionam e etcétera, mas isso não significa que eu tenha desmontado o desodorante. Algo que sempre vi na embalagem: Não perfure ou exponha ao fogo. Perigo de explosão. Outro fator, é que sempre fui cagão e nunca fiz o jato de fogo como meu amigo Eduardo já fez várias vezes.

Voltando ao que interessa, ultimamente tenho usado só Rexona simplesmente porque ele não contém álcool (gostaria que o Invisible fosse mais barato). E estava eu feliz, usando o desodorante quando ele começa a vazar. Vazar gás, o que foi divertido, e vazar uma meleca branca, o que não foi divertido.

Antecipando piadinhas, não vamos fazer a ligação entre meleca branca do desodorante e a meleca branca que todos sabemos qual é.

No dia seguinte aconteceu a mesma coisa com o desodorante e resolvi, novamente, entrar em contato com o SAC. Acessei o site e enviei meus dados pelo formulário de contato. Aliás, o espaço para o texto poderia ser maior. Isso foi na sexta, agora há pouco me ligaram para avisar que estão mandando outro desodorante pelo correio. Parece que a coisa funciona também.

O que aprendemos com isso?

  • as empresas precisam de feedback para: melhorar seus produtos, manter e conhecer seus clientes. Elas fazem pesquisas de mercado, mas tem coisas (como acertar a bola de basquete do outro lado da quadra) que só acontecem com o uso dos produtos. E essas coisas geralmente são absurdas, como no caso do Stillo que perde o freio de mão e entra lago adentro;
  • não custa entrar no site de uma empresa e opinar, reclamar ou sugerir algo;
  • pessoas podem funcionar como empresas, por isso, não custa receber feedback sobre tua pessoa, sobre tua falta de perícia na cozinha ou algo que tu ainda é jovem demais para entender.

Atualização

Quinta-feira 10 chegou pelo correio em uma caixinha toda amassada um novo Rexona Active. Se eu tivesse uma câmera, eu postava as fotos, mas já que não tenho, só posso dizer que ele… funciona!!!

Tags: experiência pt-br