Joãozinho-Pé-Torto-Para-Fora

Era uma vez o Joãozinho-Pé-Torto-Para-Fora, por motivos de falta de saco pra digitar o nome inteiro, vamos chamá-lo de JPTPF, ou para simplificar J. J (não é com x) era um garoto normal. Olhava TV, navegava na internet, masturbava-se, fazia quase tudo o que um garoto normal faz. Quase porque ele tinha o pé torto para fora.

Quando criança sua mãe foi ao médico para tentar fazer um tratamento, o médico panaca, disse que aquilo era uma graça divina (o fdp era da Igreja da Roubalheira Universal do Macedo) e já que Garrincha tinha as pernas tortas e jogava futebol tri bem, J seguiria seus mesmos passos, tortos, mas seguiria. As pessoas costumavam rir do jeito como J andava, ele mandava todo mundo tomar no cu e saía correndo.

Após várias operações mal sucedidas com o mesmo médico ladrão, J desistiu de viver. Mas para não deixar ele se matar, seus pais lhe disseram a frase mágica: "nós lhe daremos tudo o que você pedir!". J não perdeu tempo e pediu tudo o que sempre quis, sempre ameaçando seus pais que ia se matar.

Com 29 anos e solteiro, ele estava passando mais um natal como os de sempre, mas uma overdose de Tylenol fez mal para sua consciência e ele decidiu pular da janela do segundo andar pra tentar cair de testa na pedra do jardim. Durante a queda uma voz disse:

— J, por que fazes isso?

— Pra acabar com o meu sofrimento e o da minha família!

— Então faça um pedido que eu o realizarei, mas pense bem antes de falar

J não pensou duas vezes e falou:

— Eu quero que meu pé não seja torto para fora!

E chazam! O pé de J ficou normal. A voz perguntou:

— Tens certeza que deseja isso?

— Sim!

— Então tá.

A voz sumiu e J continuou a queda até a pedra e morreu.

Moral da estória: nem sempre o que lhe causa mais problemas deve ser resolvido primeiro. (da onde???? Tô loco.).

Tags: bobagem história pt-br